Just Friends 

​Hey Coczinhos, blz?!

Eu gostei mesmo de você, sabe? Se é que gostar define a profundidade do que sinto. Foi muita admiração, respeito, orgulho. Foi a certeza de ter oferecido o que tenho de mais valioso (meu amor), ao melhor homem do planeta.

Eu vou ter tanta saudade do jeito que a gente “eterniza as nossas músicas”, das séries que vimos juntos, de todas as longas conversas em nossos jantares, dos passeios, das risadas.

Adoro quando diz que viu um jogo que eu vou curtir no vídeo game. Adoro quando a gente não vê a hora passar cantando no vídeokê. Adoro todas as mensagens carinhosas que me envia durante o dia, a nossa parceria, a sua mão na minha mão.

A forma como nos conectamos desde a primeira frase foi mágica. A sintonia em repetir as falas dos personagens assistindo aos filmes no cinema. rs rs O meu Rogérinho do Ingá, o meu “level 25” no Pokemon rs rs, nossos tantos apelidinhos carinhosos (que ninguém além de nós entende).

Amo cada centímetro de tudo isso. Aliás, por segurança, melhor já corrigir desde agora: Amei! Infelizmente preciso, imediatamente, te deixar guardadinho no passado.

Não quero mais me envolver, pelo menos não amorosamente, com o tipo de homem que tentou me tratar como se eu fosse um cachorrinho pronto a abanar o rabo assim que o dono volta pra casa. No way!

Uma pena pois eu tinha planejado um futuro cheio de felicidade para nós dois e para a nossa família.  Bom, fica para a próxima!


U-nique

Anúncios